Sua empresa trabalha a Zona de Risco?

O cenário que vivemos hoje não tem permitido para as empresas se esquecer de nenhum cliente não é mesmo? Sempre tentamos trazer novos clientes com ofertas inovadoras, tentativas de chamar a atenção do mesmo, dentre inúmeras estratégias que utilizamos para captar novos clientes. Mas deixa eu te fazer uma pergunta; E os seus clientes antigos que já não compram na sua empresa ha algum tempo, você oferta pra eles? A sua equipe de vendas lembra deles? É sobre isso que falaremos aqui nesse texto.

Chamamos de zona de risco porque são pessoas ou empresas que já são seus clientes mas estão prestes a caírem no “esquecimento”, seja por falta de um software que não te alerte sobre isso, seja por desatenção da sua equipe de vendas ou até mesmo por estratégias do gestor que focam somente em trazer novos clientes e acaba esquecendo dos clientes que já estão alí, basta você fazer um contato novamente.

A Zona de risco pode ser uma verdadeira mina de ouro para a sua empresa, pois o fato de você trabalhar com pessoas que já são seus clientes mas estão somente “esquecidas”, pode facilitar muito o contato dos seus vendedores.

Abaixo vamos citar alguns passos para você trabalhar a zona de risco e não perder nenhum cliente para a concorrência.

Atendimento ao cliente:

Saber trabalhar bem o cliente é fundamental para qualquer negócio, pois um cliente que foi bem atendido e foi realmente valorizado, dificilmente procurará a concorrência quando precisar comprar novamente. A primeira opção que vai surgir na cabeça do seu cliente será a empresa que o atendeu melhor.

Preço:

Sabemos que preço nem sempre é tudo, pois qualidade de atendimento geralmente ganha desse fator, porém se você unir um atendimento de excelência com um preço competitivo, pode ter certeza que a zona de risco da sua empresa será mínima.

Equipe de vendas:

Uma equipe de vendas forte e motivada, jamais irá deixar um cliente bom escapar ou até mesmo “cair no esquecimento”. Motivar os seus vendedores e contatar os clientes antigos e ofertar pra eles novamente é sempre bom, tanto para os vendedores (que tem oportunidades de vendas mais fáceis) quanto para a empresa (que irá lucrar com a venda)

CRM de confiança:

Esse talvez seja um dos pontos mais importantes, pois uma boa ferramenta de relacionamento com o cliente, irá medir e direcionar todos os passos descritos acima. Quando um CRM é alimentado com os dados reais da sua empresa, ele pode informar para a sua equipe de vendas quais são esses clientes que estão há muito tempo sem aparecer na sua empresa e indicar que a sua equipe de vendas precisa fazer contato com eles, além também de medir o grau de satisfação desse cliente com relação ao atendimento que foi feito, como é o caso do GwCRM, que oferece uma zona de risco com agendamentos e alertas de quanto tempo faz que aquele cliente não compra em sua loja.

Pare de perder clientes para a concorrência, tenha em mãos ferramentas e estratégias que vão te manter sempre no topo da cadeia de vendas.

Siga @Gw_CRM para ficar sempre por dentro e receber dicas incríveis

Texto por: Willian Borde

Compartilhe